Please reload

Posts Recentes

Vistoria, inspeção, perícia e consultoria: qual você precisa?

13 Nov 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Brasília: 57 anos de cidade, 60 anos do projeto

21 Apr 2017

Brasília é uma cidade planejada que foi construída para ser sede da nova capital do Brasil, tendo sido inaugurada em 21 de abril de 1960. Para a construção da cidade, foi elaborado um concurso no qual 25 inscritos concorriam ao projeto que definiria o planejamento da nova cidade. O vencedor do projeto foi Lúcio Costa, com a proposta do Plano Piloto, que em 2017 completa 60 anos desde que foi elaborada pelo arquiteto e urbanista. O Plano Piloto é o traço marcante de Brasília, sendo caracterizado pela sua funcionalidade, pela presença de 2 eixos principais que se cruzam e pela divisão em setores,  responsáveis estes, também, pela forma simples e linear da cidade.
 

A disposição da cidade é bastante didática e organizada. No eixo Rodoviário (popularmente conhecido como Eixão) estão dispostos os setores residenciais, onde se localizam as quadras residenciais e comerciais, também conhecidas como entre quadras.
 

No eixo Monumental, por sua vez, estão os monumentos de funcionamento público e administrativos da cidade, no qual estão dispostos a Esplanada dos Ministérios; a Praça dos Três Poderes (também vista como cabine de comando do avião, pois nela se encontram os Palácios do Planalto, Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional); a sede do governo distrital; a Catedral; o Teatro Nacional; a Biblioteca nacional e demais monumentos/museus públicos. No encontro dos dois eixos, ponto central do Plano Piloto, está localizada a rodoviária e, próximo a esta, encontram-se demais setores, como os bancários, de autarquias, hospitalar e hoteleiro. A largura e amplitude desse eixo, com sensível permeabilidade visual, foram estratégias encontradas  por Lúcio Costa para incluir o povo no espaço de poder, criando um grande espaço para manifestações, participações populares e movimentos culturais para a sociedade.


Brasília também é conhecida por sua horizontalidade, diferente de outras cidades brasileiras da década de 60 que cresciam como grandes metrópoles verticais. Nesse sentido, na capital, prédios baixos e espaços urbanos amplos, com avenidas largas, dão espaço a um céu aberto que embeleza a cidade em qualquer canto. Outra característica que demonstra a singularidade do projeto de Brasília é o fato de as superquadras funcionarem com o objetivo de fortalecerem os laços locais, como pequenos bairros. Nessas quadras, prédios de no máximo 6 andares, estruturados sob pilotis e posicionados paralelos ao decaimento das curvas de nível do terreno, constroem ambientes agradáveis, com permeabilidade visual, integração entre a vizinhança e uma boa relação entre a comunidade e o entorno.


Em se tratando da famosa e única arquitetura, o arquiteto Oscar Niemeyer foi o escolhido para dar vida aos prédios públicos de Brasília. Fazendo jus ao lema "forma e função" do modernismo, enquanto Lúcio Costa se preocupou com a parte funcional, Niemeyer deu luz à forma, construindo monumentos jamais vistos na arquitetura. Para a criação de sua obra, Niemeyer contou com o brilhante engenheiro e calculista Joaquim Cardoso, e com a nova técnica construtiva da época: o Concreto Armado.

 

 

 Imagens fotografadas por membros da Concreta

 

Foi nesse pequeno mundo de Arquitetura e Urbanismo do plano piloto que Brasília foi ganhando vida aos poucos. As partes residenciais estimulavam o crescimento do homem em sua individualidade e as partes públicas deixavam o horizonte aberto para movimentos coletivos. Mesmo com o crescimento desordenado e inesperado da cidade para as periferias, dando origem às cidades Satélites e demais regiões administrativas, o projeto urbanístico e as obras arquitetônicos têm seu valor inestimável. São eles que fazem de Brasília a cidade planejada sem precedentes, a capital da arquitetura e essa grande relação de cheios e vazios.
               

A Concreta tem orgulho de ser uma empresa de Arquitetura e Engenharias que nasceu em Brasília, além de se inspirar nesses projetos que fazem da cidade e de seus projetistas ícones referenciais para o estudo e crescimento da Arquitetura, Urbanismo e Engenharia no Brasil.  Parabéns pelos seus 57 anos, Brasília! A Concreta agradece por fazer parte dessa história.