Posts Recentes
Posts Em Destaque

Uso de DRONES na engenharia

O avanço tecnológico dos tempos modernos e a consolidação de cidades inteligentes fomenta um intenso uso tecnológico a fim de orientar sistemas de comunicação, informação, planejamento e infraestrutura das cidades. Os veículos aéreos não tripulados, os VANTs, são ferramentas que revolucionam a forma de gerir vários processos em múltiplas áreas.


Os primeiros protótipos do artefato começaram a ser estudados no século XIX, quando engenheiros estudaram uma forma de lançar explosivos a longas distâncias. Em 1951 surge o Firebee, um VANT a jato desenvolvido pela Ryan Aeronautical Company. A partir dai diferentes tipos, portes e gerações foram desenvolvidos para múltiplas situações. Popularmente conhecidos como DRONES, esses equipamentos resistentes e versáteis já possuem regulamentação própria apresentada pela Agencia Nacional de Aviação Civil (ANAC), o que incentiva o uso para diversos fins:


  • Identificação de épocas ideais de colheita agrícola, por meio de equipamentos equipados com câmeras infravermelho.

  • A empresa Amazon está em fase de teste no uso de DRONES para entrega de produtos em residências.

  • Na coleta imagens em áreas que envolvem risco ambiental e a presença humana, como o derramamento de produtos químicos e desastres ambientais.


Um fator diferencial no uso de DRONES é a resolução espacial, as imagens são de alta definição com um alcance visual específico. Permitindo mapeamentos e monitoramentos mais eficientes com melhor qualidade dos dados e diagnóstico de regiões, espécies e comunidades, além de resultados mais ágeis com visão mais apurada. O Google Earth disponibiliza imagens com 1 m de pixel, os DRONES modelo Phanton fornecem 2,5 cm de pixel.


Na área ambiental, o uso de DRONES vem ganhando destaque. Como por exemplo: monitoramento ambiental temporal, monitoramento de áreas de risco e com processos erosivos, gerenciamento ambiental de obras de infraestrutura, inspeção de cavernas e áreas subterrâneas. As imagens produzidas podem ser trabalhadas por geoprocessamento, para identificação da topografia do terreno, áreas de preservação e uso e ocupação do solo. Em uma construção de uma rodovia existia a dúvida se sedimentos identificados em um córrego próximo foram escoados da obra, após o sobrevoo do DRONE as imagens apontaram que os sedimentos estavam surgindo de um pequeno escorregamento nas obras. Uma solução rápida para um processo que iria demandar coleta e análise de amostras se ministrado de forma convencional.


Os VANTs são equipamentos para fiscalização, monitoramento e uma importante ferramenta para gestão ambiental. Seu campo de atuação é enorme e resulta da criatividade do operador, analista e empresa. O uso desse equipamento tem um potencial enorme de crescimento, a capacitação e conhecimento dessa tecnologia são fundamentais para acompanhar as crescentes demandas de engenharia.

Fonte das imagens: Folha de São Paulo

Siga
Procurar por tags
Artigos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square