Posts Recentes
Posts Em Destaque

Conheça os Museus mais aclamados do Mundo

Visitar museus é uma experiência que nos remota a eras passadas e a períodos marcantes da história de diferentes culturas, uma oportunidade de conhecer, entender e respeitar o passado em suas múltiplas vertentes: artística, política, científica entre outras.


Nesse contexto, os museus de arte se apresentam como uma possibilidade de analisar e admirar o desenvolvimento de determinada sociedade pelo olhar de aclamados artistas, funcionando como uma ferramenta de reflexão social e incitando o olhar crítico do espectador.


Confira nessa lista alguns dos museus de arte mais aclamados do planeta:




1. Louvre, Paris, França.



Uma antiga fortaleza medieval agora sedia o mais visitado museu do mundo, contando com obras como a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia, a Vénus de Milo e enormes coleções de artefatos do Egito antigo, da civilização greco-romana, artes decorativas e aplicadas, e numerosas obras-primas dos grandes artistas da Europa como Ticiano, Rembrandt, Michelangelo, Goya e Rubens. O Louvre abrange oito mil anos da cultura e da civilização tanto do Oriente quanto do Ocidente.


Atualmente, o museu conta com duas filiais, uma já em atividade em Lens, no norte da França, e a outra com abertura no dia 11 de novembro desse ano em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.


2. British Museum, Londres, Reino Unido.



Localizado em Londres, foi aberto em 15 de janeiro de 1759, sendo o primeiro grande museu público, gratuito, secular e nacional em todo o mundo. A sua coleção permanente inclui peças como a Pedra de Roseta e os frisos do Partenon de Atenas, conhecidos como a coleção de mármores de Elgin, trazidos ao museu por Lord Elgin.


No ano 2000 foi concluída uma grande intervenção arquitetônica assinada pelos arquitetos Foster+Partners no grande pátio no centro do Museu, reinventando o sistema de circulação central e conectando-se ao magnífico volume da sala de leitura.


3. Metropolitan Museum of Art, New York, EUA.



Conhecido informalmente como The Met, é um museu de arte localizado na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, sendo um dos mais visitados museus do planeta. Abriga uma importante coleção de pintura europeia dos séculos XII-XX e obras da arte antiga (grega, romana, egípcia eassírio-babilónica) e oriental. Estão também expostas nas suas salas pinturas e esculturas de artistas norte-americanos. Vale-se ressaltar as importantes secções dedicadas a instrumentos musicais, armas e indumentária.


4. Museus Vaticanos, Vaticano, Itália.



Sua origem vem desde 1503 quando o papa Júlio II criou um espaço no Vaticano, o Pátio do Belvedere, construído por Bramante, para receber parte de sua coleção pessoal e de algumas obras antigas importantes que haviam sido recentemente descobertas em escavações e adquiridas pela Igreja, como o Apolo Belvedere.


Ao longo dos anos os Museus Vaticanos passaram por diversas mudanças em seu acervo, tendo sofrido, por exemplo, com a Contrarreforma e com as invasões napoleônicas em 1798.


Atualmente, os Museus Vaticanos constituem um conglomerado de renomadas instituições culturais da Santa Sé, que abrigam extensas e valiosas coleções de arte e antiguidades colecionadas ao longo dos séculos pelos diversos pontífices romanos. Além disso, os Museus Vaticanos supervisionam uma série de outros espaços dentro dos palácios da cidade do Vaticano, como galerias e capelas, que por si mesmos guardam alto interesse arquitetônico, histórico e artístico.


5. Tate Modern, Londres, Reino Unido.



Situado em Londres, é um museu britânico de arte moderna. O museu foi instalado na antiga central elétrica de Bankside às margens do Tâmisa. Desde sua abertura, em 12 de maio de 2000, o museu promove importantes mostras temporárias de arte moderna e contemporânea, e tornou-se a terceira maior atração londrina. Na coleção da Tate Modern figuram algumas importantes obras de Pablo Picasso, Matisse, Braque, Natalya Goncharova, de Chirico, Francis Bacon, Alexander Calder, Chagall, entre muitos outros artistas do século XX. Atualmente, a coleção abriga mais de 70 mil obras, com obras de arte moderna e contemporânea internacional.


6. National Palace Museum, Taipei, Taiwan.



O museu abriga uma coleção permanente de quase 700.000 peças da China antiga, com artefatos e obras de arte imperiais, sendo um dos maiores museus do seu estilo no mundo. A coleção engloba 8.000 anos de história da arte Chinesa, desde os tempos neolíticos até a era moderna. A maior parte da coleção são peças de alta qualidade coletadas pelos imperadores da China.


Referências:

1.« http://www.louvre.fr/». Musée du Louvre. Consultado em 23 de outubro de 2017

2.«https://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_do_Louvre» . Consultado em 23 de outubro de 2017.

3.Mignot, Claude (1999). The Pocket Louvre: A Visitor's Guide to 500 Works (em inglês). Nova Iorque: Abbeville Press

4.«https://www.britishmuseum.org/?ref=header». Acessado em 25 de outubro de 2017.

5.«https://www.metmuseum.org/». Acessado em 25 de outubro de 2017.

6.«https://www.metmuseum.org/». Acessado em 25 de outubro de 2017.

7.«https://www.rome-museum.com» Acessado em 23 de outubro de 2017

8.Claridge, Amanda. «Rome: an Oxford archaeological guide». Oxford University Press, 1998. pp. 386

9.«https://pt.wikipedia.org/wiki/Museus_Vaticanos#Refer.C3.AAncias« Acessado em 25 de outubro de 2017

10.List of Categories in the Collection". National Palace Museum.

National Palace Museum Annual Report 2015 (PDF) (First print ed.). Taipei: National Palace Museum. April 2016. p. 69.

11.«https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/turismo/internacional/historia-e-arte-confira-os-20-museus-mais-visitados-do-mundo Acessado em 25 de outubro de 2017» acesso em 23 de outubro de 2017

12.«http://www.tate.org.uk/visit/tate-modern» acesso em 23 de outubro de 2017

Siga
Procurar por tags
Artigos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square