Please reload

Posts Recentes

Vistoria, inspeção, perícia e consultoria: qual você precisa?

13 Nov 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Fórum Mundial da Água 2018 (8th World Water Forum)

O Oitavo Fórum Mundial da Água teve como palco a cidade de Brasília. O evento abriu suas portas em um sábado (dia 17/03), com a Vila Cidadã, e terminou em uma sexta-feira (dia 23/03). Os fóruns de debate e painéis, que ocorreram no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, tiveram a sua abertura na segunda-feira do dia 19/03. 

 

O evento reuniu representantes de todos os países para discutir sobre diretrizes a serem tomadas, assim como possíveis alternativas que poderiam ser implementadas no futuro. Além disso, houve o compartilhamento de situações relativas à água, já vivenciadas em diferentes localidades do globo. 

Marcaram o evento palestras sobre a questão da crise hídrica no Brasil, que contaram com exemplos como o caso da Represa Billings, o decréscimo da perenidade do São Francisco, que banha vários locais espalhados pelo Brasil, além da triste tragédia que ocorreu em Mariana, que também foi citada por palestrantes de outras nações. Herman Banjamin foi o jurista brasileiro responsável pela condução de alguns dos debates no Fórum. 

 

Imagem 1 - Seção com os ministros de diferentes nações. 

 

 

 

O World Water Forum 8 contou, ainda, com empresários e CEOs que falaram um pouco sobre suas contribuições e proposições no que tange os recursos hídricos. O CEO da Coca-Cola no Brasil, Henrique Braun, explicou um pouco sobre o novo programa de produção da água cristal. 

 

 

Imagem 2 - Presidente brasileiro da Coca-Cola no FMA8. 

 

 

Sabe-se que muito do evento girou em torno de business, vendas de tecnologias e networking pessoal. Entretanto, foi possível encontrar pequenos empreendedores e visionários que conseguiram promover uma transformação substancial no local onde vivem, entre os quais encontra-se uma mulher que ajudou a criar uma eco-vila toda pautada em sustentabilidade no litoral do Nordeste brasileiro.

 

Ela está no local há 10 anos e, como todos os moradores da eco-vila, utiliza produtos biodegradáveis (que não causam impacto substancial  no meio ambiente e na água do local quando descartados), além de ser responsável por auxiliar na formação de todos os que chegam ao local. As águas cinzas são tratadas por meio de folhas de bananeira, enquanto as águas negras são tratadas por meio de bacias de evapotranspiração. A água consumida vem direto do lençol freático e o tratamento realizado auxilia na ciclagem dessa água e retorno para o sistema hídrico.

 

Imagem 3 - Apresentação sobre eco-vila brasileira pautada no uso consciente da água. 

 

 

 

O evento do Fórum também foi permeado por barracas de diferentes nações e empreendimentos de pequenos e grandes produtores, algumas marcas e empresas de tratamento de água, saneamento e regulação. 

 

O próximo Fórum Mundial da água acontecerá em 2021 na cidade de Dakar no Senegal. 

 

 

Imagem 4 - Propaganda do FMA9 que acontecerá em Dakar no Senegal. Fonte: Stand do Senegal. 

Tags: