Please reload

Posts Recentes

Vistoria, inspeção, perícia e consultoria: qual você precisa?

13 Nov 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Lajes Steel Deck

 Composta por aço galvanizado (aço revestido com zinco), a laje Steel Deck começou a ganhar força no Brasil por volta de 1970, apesar de ser bastante utilizada nos Estados Unidos décadas antes. Sua composição de aço, devido à alta resistência as tensões de tração, atua como armadura positiva do concreto.

 

As vantagens de se utilizar esse tipo de laje mista se dá ao fato de que essa estrutura é mais leve que as convencionais, tem um tempo de construção menor e tem uma boa relação custo-benefício. Além de se economizar com os ferros das armaduras de tração do sistema, ela é um produto de fácil manuseio e transporte e que se comporta bem em situações de incêndio.

Apesar de tantos pontos a favor, o Steel Deck não é recomendado para ambientes corrosivos, ou seja, para ambientes que favorecem a reação do metal com elementos como O2, S, H2S, CO2, fazendo com que ele volte ao seu estado natural e perca suas propriedades mecânicas características. Ademais, é recomendado evitar sobrecargas maiores que 3 t/m².

 

Para obter uma laje de boa qualidade, há alguns cuidados especiais na hora da fabricação. Entre eles podem ser citados:  a não utilização um concreto com aditivos a base de cloreto – que agridem a camada de zinco do aço - e com resistência menor de 25MPa. No mais, cuidados rotineiros em canteiros de obras são indispensáveis, como verificação do produto na hora da chegada, armazenamento adequado, manuseio e instalação de acordo com as orientações fornecidas pelo fabricante e as notas de execução do seu projeto.

 

Referências

http://wwwo.metalica.com.br/lajes-steel-deck

http://www.cbca-acobrasil.org.br/noticias-detalhes.php?cod=6415

http://www.totalconstrucao.com.br/steel-deck-preco-vantagens-e-desvantagens/

Share on Facebook