Posts Recentes
Posts Em Destaque

Projeto Executivo: Por que preciso dele na minha obra?

A maioria das coisas que fazemos na vida, funcionam melhor quando são planejadas. Na construção civil, não é diferente: o projeto executivo tem se tornado cada vez mais essencial para as obras. Mas afinal, o que é um projeto executivo?


Diferente do projeto básico, o projeto executivo é o que se encarrega de conter informações, desenhos, anotações e detalhes indispensáveis para uma obra condizente com o projeto requerido pelo cliente, mais organizada, com prazos e orçamentos alinhados à realidade esclarecendo dúvidas e evitando os erros de execução.


Segundo a lei 8.666 de 21 de junho de 1993 do Brasil, ele é o conjunto dos elementos necessários e suficientes à execução completa da obra, de acordo com as normas pertinentes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).



Problemas na obra


Muitas pessoas acreditam que o projeto é uma etapa dispensável ou que ele é importante apenas para obras grandes.


A questão é que na maioria das obras que não possuem os cálculos corretos e o planejamento de um profissional do ramo da construção civil, acabam possuindo uma estrutura superdimensionada, tubulações fazendo caminhos pouco otimizados, espaços subutilizados, e acarretam no desperdício de material tanto estrutural como de acabamento,escolhas de materiais menos adequados e diversos erros e surgimento de dúvidas no momento da execução.



O que deve conter?


Antes desta etapa, já houveram várias reuniões com o cliente sendo que o projeto já deve ter passado pelas etapas de estudo preliminar e anteprojeto. Ou seja, o desenho do layout básico do ambiente e materialidade de tal já foram definidas e aprovadas pelo cliente nas etapas anteriores.



(Plantas humanizadas entregues na etapa de estudo preliminar de projeto residencial feito pela Concreta.)



O projeto executivo então, funcionará como um guia a ser entregue à construtora que irá dizer com detalhes como deve ser construída determinada obra. Sendo que a qualidade, clareza e minuciosidade de tal etapa dependerão da qualidade do profissional contratado.


Num projeto executivos arquitetônico, por exemplo, encontramos diversos desenhos como:

  • Planta baixa de layout;

  • Planta de paginação de forro;

  • Planta de paginação de piso;

  • Planta com pontos elétricos e hidráulicos;

  • Elevações;

  • Cortes longitudinais e transversais;

  • Detalhes construtivos.


Todos eles com suas devidas anotações de cotas, níveis, observações e indicações de acordo com a necessidade do desenho.


Portanto, quando bem feito, ele ajuda na fluidez da obra, pois não será necessário corrigir problemas pela falta de projeto e a organização da obra é mais clara, o que diminui o desperdício de material e facilita o cumprimento dos prazos e do orçamento previsto.


Por isso, apesar de ser um gasto inicial significativo, é importante não tentar economizar suprimindo esta etapa tão importante de uma obra que é a do planejamento.


Deve-se pensar no projeto não como um gasto, mas sim um investimento.

Contrate sempre um profissional que transmita segurança e confiança. Fique atento aos projetos já realizados por esse profissional.



Ficou com alguma dúvida? Quer saber um pouco mais sobre como construir? Entre em contato conosco!



Leia mais:


4 pontos que você não pode esquecer antes de comprar um lote


Lajes Steel Deck

Referências

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666cons.htm

https://www.vivadecora.com.br/pro/arquitetura/projeto-executivo-de-arquitetura/

Siga
Procurar por tags
Artigos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square